POLÍTICA DE COTAS NAS UNIVERSIDADES E CONCURSOS PÚBLICOS: Igualdade material ou exclusão social?

Isabela Rezende Martins Lima

Resumo


 

 RESUMO

 

Existe atualmente, no cenário brasileiro, uma amplitude de políticas voltadas para a inclusão de determinados grupos na sociedade. Dentre elas, destaca-se a política de cotas, hoje inserida em processos seletivos para ingresso em universidades e serviço público. As cotas outrora especificadas, são assim aplicadas utilizando critérios raciais e sociais, beneficiando pessoas negras, pobres e deficientes. O presente trabalho busca assim estudar o porquê de certos grupos haverem sido escolhidos pelos legisladores enquanto beneficiados pela política de cotas, ao passo que outros não. Suscita qual a finalidade das universidades e do serviço público, procurando entender as razões de tal política haver sido incutida nesse meio. Ainda, sugere novas formas de aplicação da política de cotas, com o escopo de amenizar a discriminação e o preconceito.

 

Palavras-chave: Ações afirmativas; ações limitadoras; oportunidade; concorrência.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1809-8487 (Imp.)

ISSN: 2358-453X (online)